Português do Brasil e Português de Portugal: as diferenças e semelhanças?

Jan 22, 2015

GUEST POST FOR LANGUAGE TSAR

Guest Post de Fernando Saraiva

Resposta rápida: não, eles não são a mesma coisa.

E provavelmente sua primeira pergunta depois de ler isso é: por quê?

Resposta rápida: Porque inglês americano e inglês britânico também não são a mesma coisa.

Há basicamente duas razões para isso, além da mutação natural das línguas: isolamento geográfico e influência de outros idiomas. E como isso funciona, ou melhor, como isso ocorreu?

É rápido, basta dar uma olhada num mapa e perceber que entre Brasil e Portugal é possível encaixar quase outro Brasil. São mais ou menos 7000 km entre esses dois países. Então nós, brasileiros, não temos realmente ouvido muito nossos amigos portugueses, e lá em Portugal não se ouve nada de nós. Assim, a língua portuguesa se desenvolveu de forma independe nos dois países.

Map Portugal to Brazil

São mais ou menos 7000 km entre o Brasil e Portugal

Além disso, o Brasil recebeu pessoas de todo o mundo e não apenas de Portugal. Nós fomos influenciados por muitos outros sistemas linguísticos (o que também explica as muitas diferenças dentre as regiões do Brasil), começando com as nossas línguas originais do ramo Tupi. Depois recebemos muitas pessoas vindas do continente africano como escravos, e eles também trouxeram suas línguas. De forma geral, muitos alemães, italianos, franceses, holandeses, judeus, japoneses, chineses etc, chegaram ao Brasil durante e depois da colonização.

Ok, agora vocês entendem o que aconteceu, mas quais são realmente as diferenças? Quão diferente eles são?

Bem, claro que não existem tantas diferenças assim, afinal ainda são consideradas uma mesma língua, mas existem diferenças o suficiente para preencher esta postagem e também para gerar mal entendidos. Vou explicar as principais diferenças partindo da pronúncia rumo ao vocabulário.

Pronúncia: O que você disse?

Se você fala português, seja como segunda língua ou língua materna, você já deve ter percebido que a diferença entre um brasileiro falando e um português falando é enorme. Essa diferença se deve ao que podemos chamar de “isocronia”, e o que é isso? O Português do Brasil (daqui em diante, PB) pode ser classificado como uma língua isossilábica, enquanto o Português de Portugal (PP daqui em diante) seria uma língua isotônica.

Em outras palavras, no PB todas as sílabas possuem a mesma duração, enquanto que no PP, as sílabas átonas são mais curtas (às vezes, bem mais curtas) que as tônicas. Como consequência, existem mais sílabas fechadas no PP e mais abertas no PB.

Além disso, enquanto no PB todas as sílabas possuem a mesma intonação, no PP as sílabas átonas serão reduzidas ou mesmo vão sofrer uma elipse. A tabela em baixo mostra as diferenças entre o Português de Portugal e o Português do Brasil (especificamente no Estado do Ceará).

European Brazilian Portuguese Phonetic Sentences

Agora alguns exemplos mostrando as transcrições fonéticas das duas variações. Os sons entre parênteses são os que frequentemente sofrem elipse. Note que a transcrição da variante do Brasil é baseada na fala do meu estado natal, o Ceará. Existem muitas diferenças de pronúncia e de vocabulário dentro do próprio Brasil (assim como em Portugal).

Abaixo, eu gostaria de mostrar o quadro das vogais de cada variante, assim podemos perceber que alguns sons são usados no PP (direita), por exemplo, mas não existem no PB (esquerda).

European Portuguese v Brazilian Portuguese Phonetic Charts

Gramática: Como foi que você disse?

Felizmente, não existem muitas diferenças entre as gramáticas do PP e do PB, apenas alguns detalhes.

Primeiro, há alguns comentários interessantes sobre os usos de “Tu”. Assim como em francês e em espanhol, existem duas formas de expressar a ideia de “Tu”. Diferentemente dessas línguas românicas, as variações Tu e Você não são perfeitamente classificadas como Tú e Usted ou Tu e Vous. Em algumas regiões, Tu é a maneira formal de tratamento enquanto Você é a informal. O Oposto ocorre com a mesma frequência, e assim Você seria o pronome formal – especialmente porque é um primo distante do Usted espanhol – e Tu o informal. Então, se você quer ser formal, deve jogar Cara ou Coroa pra decidir qual usar. É desse jeito! 😀

Outra diferença importante é o uso do Presente Contínuo, que no Brasil é usado de forma abrangente – gerando inclusive o Gerundismo, isto é, o uso exagerado do gerúndio. Em Portugal, não é muito usado e transmite uma idea de algo que está acontecendo agora e vai continuar acontecendo até um momento indefinido no futuro.

Há também diferenças no posicionamento dos pronomes objetos – de forma similar ao catalão e ao romeno. Em Portugal, eles podem ser dispostos antes ou depois dos verbos, enquanto que no Brasil são usados basicamente antes do verbo (ainda que se tente respeitar as normas válidas em Portugal). Assim, no Brasil facilmente começamos uma frase com um pronome objeto, como em Me sinto bem hoje, embora em Portugal se diria Sinto-me bem hoje.

Uma pequena diferença existe em relação ao uso dos acentos Muitos nomes que levam acento circunflexo no Brasil são escrito com acento agudo em Portugal. Na verdade, existem muitos projetos de unificação da ortografia de todos os países que utilizam a língua portuguesa de forma oficial, mas ainda não foram totalmente implementados, então no nosso cotidiano, essas diferenças ortográficas são notáveis.

Waterfall Brazil

Conor Clyne, criador de Language Tsar, no Brasil

Léxico: o que isso quer dizer?

Além da pronúncia, PP e PB possuem também diferenças lexicais entre si. Bem, devemos nomear tudo que nos rodeia, e assim portugueses e brasileiros encontraram nomes diferentes para as mesmas coisas. O problema mesmo é quando coisas totalmente distintas recebem o mesmo nome.

Deixem-me começar com um exemplo bem interessante: banheiro. Na maioria das línguas românicas, assim como em inglês e alemão, a palavra que designa banheiro é um composto de [nome de um espaço] de banho. Assim, temos bathroom, Badezimmer, camara da bagno, salle de bain etc. Em Portugal não foi diferente: casa de banho. Ok, ok. Mas nós, brasileiros, somos maravilhosos. Nós formamos o nome desse espaço da casa usando um sufixo que normalmente designa profissão: -eiro. Ok, temos leiteiro, livreiro, carteiro, porteiro,..banheiro. O problema é que em Portugal, banheiro realmente designa uma profissão: bombeiros que ficam na praia para prestar socorro, ou salva-vidas no Brasil. Não vou fazer nenhum comentário, cheguem a uma conclusão por vocês mesmos. Próximo!

Outro exemplo bem legal é “fila”. Em Portugal chama-se “bicha”, que, no Brasil, é uma gíria para homossexual masculino. 😀 A propósito, gay em Portugal é Paneleiro, que no Brasil seria entendido como um simples vendedor de panelas. E se você está no Brasil e precisar comprar qualquer tipo de carne você iria para o frigorífico. Mas em Portugal, “geladeira” é “frigorífico” – que continua de alguma coisa relacionada à ideia anterior, ou onde mais se poderia estocar carne?

Click to read the English version of this article!

Learn Languages with LingQ!
Buy the Glossika Mass Sentence Method!
Buy 1 lesson & get a 2nd lesson free with italki!

Pin It on Pinterest

Share This
Subscribe for FREE to myLanguages for Travel Movement & access my FREE video course!

Subscribe for FREE to my
Languages for Travel Movement & access my FREE video course!

Includes the opportunity to join my exclusive Tsaristan Inner Circle.

SUCCESS!